terça-feira, 1 de novembro de 2011

PERSEGUIÇÃO RELIGIOSA

Caça aos cristãos na Somália tem ligação direta com falta de comida

Sofrendo com uma grave crise de fome no país inteiro, a Somália pede ajuda e recursos aos países mais ricos, para sair de sua condição de miséria e para que haja menos mortes.
Mesmo em meio ao problema da fome, os cristãos continuam sofrendo com a perseguição. Conforme relatos de cristãos que vivem nas áreas mais afetadas pela fome, a vida deles se tornou ainda mais difícil nesses dias. Segundo fontes, o grupo extremista islâmico Al Shabbab, que quer tirar o cristianismo da Somália, tem o controle sobre a distribuição de alimentos e se negam a entregar comida aos cristãos.
A falta de lei no país (não há Constituição, por exemplo) abre espaço para o crescimento do extremismo religioso, que é o grande responsável pela perseguição aos cristãos somalis. O islamismo é a religião oficial da Somália e, com raras exceções, a maioria dos somalis segue a tradição sunita. Há alguns hindus entre os indianos que trabalham no país.


Fonte: 
Portas Abertas

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...

Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
decerto que virei aqui mais vezes.
Sou António Batalha.
Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.